quarta-feira, 4 de março de 2009

A Paz é fruto da JUSTIÇA! CF 2009








Estamos iniciando a Campanha da Fraternidade 2009. Neste ano, a CNBB propõe como tema "Fraternidade e
Segurança Pública"; como lema, "A paz é fruto da justiça", afirmativa que encontramos no livro do profeta
Isaías (32,17). Isso "mostra a preocupação da Igreja no Brasil em criar condições para que o Evangelho seja
melhor vivido em uma sociedade que, a cada dia, se torna mais violenta e insegura para as pessoas"
(Introdução ao Texto-Base, p. 15).
O Texto-Base da Campanha está, como sempre, muito bem elaborado, e estou estudando seu conteúdo com
cinco grupos de casais das Equipes de Nossa Senhora. Logo no começo, afirmando que "o medo se tornou uma
fonte de lucro" (n. 65), o documento traz informação das mais interessantes: "De 1998 a 2004, o número de
vigilantes cadastrados na Polícia Federal passou de 280 mil para 1 milhão cento e quarenta e oito mil (em
números redondos).' (n. 66). Ê dado interessante e, ao mesmo tempo, preocupante.
No número 94 do Texto-Base, esta afirmação: "Criminoso é aquele que comete um ato que não é aceito pelos
valores que norteiam a lei vigente". E logo trata, o documento, da violência no meio familiar, afirmando que
"os lares estão cada vez mais violentos" (n. 102). E aí, entre as mais diferentes formas de violência, cita as
brigas entre casais, a violência contra a mulher, agressão aos filhos, alcoolismo e outros tipos de dependência
química, pedofilia e abuso sexual, violência contra as pessoas idosas.
Por que tanta violência, por que tanta falta de paz? Porque o amor esta ausente, e "o amor é (...) fonte de toda segurança a que a humanidade aspira" (n. 209).



Tantas vezes dizemos: "Isso é problema do Governo"!
Também é. Como reverter esse quadro? "A partir da mudança de si, as pessoas contribuem para,



a mudança da sociedade", diz o Texto-Base (n.190).

Quanta violência com as palavras, com o olhar, com a ironia, com a indiferença... Dentro da nossa casa, as
vezes cheia de grades, cerca elétrica, câmeras de TV... Protegidas por fora, desprotegidas no seu interior...
A vida de Jesus, lemos no número 213, "foi marcada pelo sofrimento, pela perseguição e, conseqüentemente,
pela insegurança. Por seus pais não encontrarem lugar na hospedaria de Belém, Jesus nasceu na estrebaria
(cf. Lc 2,7). Seus pais precisaram fugir com ele para o Egito por causa da perseguição de Herodes, que queria
matá-lo, sendo que os Santos Inocentes morreram por causa dele (cf. Mt 2,13-18). O temor pela sua vida
continuou presente em seus pais quando Herodes, após sua morte, foi sucedido por seu filho Arquelau e, por
isso, vão para a Galiléia (cf. Mt 2,19-23)."
Ao término de sua vida pública, "Jesus foi traído, preso, julgado e executado em menos de 18 horas, o que era
contra o Direito Romano e todas as tradições do povo de Israel" (n. 215).
"A cruz, meus irmãos, o mistério da cruz revela o significado mais profundo do amor: nada para si, tudo para os outros. De fato, a cruz mostra o que foi a vida de Jesus: renúncia a tudo para ser para todos." (n. 218).
"Sem a renúncia de si, a cruz não tem sentido e não leva a nada. Sem o amor, a cruz torna-se um absurdo e
inconolusivo momento de dor. Para ser discípulo de Jesus, é necessário ter os mesmos sentimentos de Jesus
(cf. Fl 2,5). Somente haverá paz e segurança quando este valor pascal for descoberto e vivido por todos" (n.
220).
"A vida de Jesus foi um processo de entrega de si na construção da paz" (n. 221). Como tem sido a sua vida, a
minha vida? Nós nos entregamos, nós nos damos, nos deixamos espremer como a cana-de-açúcar para tornar o
mundo melhor, mais doce? "O cristão deve ser um artesão da paz" (cf. n. 238). "A paz é fruto do amor,
expressão da real fraternidade entre as pessoas" (n. 238).
"O Evangelho nos convida a pensar e agir de forma diferente" (n. 245) do pensar e do agir do mundo. "Deus age ao nosso lado, não em nosso lugar" (n. 254).



Violência não se vence com a violência; tu e eu somos convidados a agir como Jesus agiria! O que temos feito para ajudar a construir uma cultura de paz?



"Sem amudança do comportamento pessoal, não há como mudar a sociedade" (n. 28?). Quando eu for capaz de
"mostrar a mão amorosa de Deus Pai aos meus irmãos" (cf. n. 295), terei cumprido o meu papel!




Escrito por: Carlos Martendal
programapalavraviva@gmail.com

Um comentário:

erick sávio disse...

Paz e Bem santa pessoa

seu blog já foi adicionado em nossa mais nova lista de blogs católicos, le informamos que a cada atualização seu blog irá estar sendo divulgado mais amplamente.

agora só le pedimos um favor santa pessoa, para nos ajudar a divulgar outros blogs e até mesmo o seu, pedimos que você coloque o link de nosso site em seu blog, assim com todos os membros do site colocando o link do site nos blogs iremos conseguir alcançar nossos objetivos que é de divulgar todos os blogs católicos da web. MUITISSIMO OBRIGADO POR VOCÊ TER ACEITADO PARTICIPAR DE NOSSO PROJETO.FICAREMOS MAIS FELIZES SE SOUBERMOS QUE NOSSA MISSÃO ESTA SENDO FEITA.

informamos também que nós estamos trabalhando no projeto de modernização de blogs, então se você desejar modernizar seu blog e deixa-lo com uma aparéncia mais bela e leve, você pode nos solicitar e nós faremos isso para você, e você irá escolher o modelo novo de seu blog a cor e outras alterações que você deseje fazer.

Mas isso só depende de você! venha ser mais um irmão a contribuir com nosso projeto.